Atualizado: 4 de Out de 2018


FREEPIK.COM

Hoje o #blogdaamelie traz uma das #etapasdeproducao mais fáceis de entender: a aplicação e a batida de emenda. Mas veja bem... isso não significa que, por ser simples, não demanda atenção aos detalhes. Muito pelo contrário! Conheça o porquê.

O revisor lê toda a prova e faz marcações no papel, que são as alterações – ou emendas. Alguém precisa passar essas correções para o arquivo digital, e isso é o que chamamos de aplicação de emenda. O diagramador – profissional que normalmente a executa – precisa ter olhar atento, a fim de que passe despercebido o mínimo possível de alterações.

Por ser uma etapa que demanda muita atenção, alguém precisa cotejar, fazer a conferência desse trabalho, a fim de certificar que todas as alterações solicitadas pelo revisor foram, de fato, aplicadas pelo diagramador e, principalmente, de forma correta. É este trabalho que chamamos de batida de emendae, em geral, é executado por um revisor ou um assistente-editorial.

“Ah, você disse que é uma etapa que exige tanta atenção, mas me pareceu tão simples...”

Pois é, pois é...

Imagine você a seguinte situação: a cada página de um livro de 200 páginas, o revisor pediu a substituição de uma palavra qualquer por outra; o diagramador (nosso desatento #1), escreve a palavra nova com letra “torcada”; a pessoa que vai bater as emendas (nosso desatento #2) só percebe isso em 100 “pájinas”. Resultado: em um livro de 200 páginas, haverá pelo menos 100 erros ortográficos.

E aí... Precisa de atenção ou não?

10 visualizações

© 2019 ​Amélie Editorial. Todos os direitos reservados.

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now